06 dicas na hora de comprar lingerie

São inúmeros modelos, cores e formatos de calcinhas, sutiãs, bodys e demais peças íntimas em nosso estoque que brilham os olhos de qualquer mulher. Mas você sabe como comprar a lingerie ideal?

Talvez você saiba que comprar a lingerie certa evita a má circulação sanguínea, situação que acontece quando a peça está apertada demais, já falamos a respeito disso em nosso blog, leia: Sutiã apertado demais pode causar danos à saúde. Por outro lado, é claro que peças muito largas não cumprem o objetivo de se sustentarem no corpo, assunto esse que também compartilhei aqui no blog, leia: Descubra o sutiã mais adequado para o seu corpo.

Por isso, é fundamental escolher o tamanho e modelo adequado para o seu biótipo, de modo que você não venha a sentir nenhum desconforto e nem fique com marcas no corpo.

Fonte da imagem: Click Sophia

Diante de tantas questões, alguns cuidados na hora da compra vão te levar as escolhas ideais. Separamos apenas as dicas indispensáveis neste artigo. Veja!

1. Conheça as suas medidas

O primeiro passo para entender como comprar lingerie, é saber exatamente as suas medidas. Esse aspecto é importante tanto em compras online quanto em lojas de lingerie físicas ou com revendedoras, inclusive aqui na Bella Mulher Moda Íntima. A diferença é que aqui nós ajudamos nossas clientes na decisão.

Se você precisa experimentar uma pilha de peças até acertar no tamanho, talvez faça parte do grupo de mulheres que não conhecem de cabeça as suas medidas. Para não errar mais, antes de ir à loja de lingeries, meça o seu busto, tórax, cintura e quadril com uma fita métrica e anote os centímetros de cada parte.

Saiba que os tamanhos podem variar o preço da modelagem, dependendo da marca. Então, sempre que for comprar uma peça, confira o seu valor na etiqueta ou na tabela que é disponibilizada nos sites e redes sociais.

2. Busque peças com caimento perfeito

Caimento, o segredo de um look perfeito! Nas lingeries, a regra não é diferente. Caimento é modo como a peça se comporta no seu corpo. No caso do sutiã, por exemplo, o tamanho ideal é aquele que fica posicionado no meio das suas costas. As alças devem ficar firmes, mas não apertadas e nem escorregando pelos ombros.

Já no caso do bojo, as taças devem ficar confortáveis e o centro da peça deve estar bem próximo ao corpo. Caso contrário, será preciso de um modelo maior, que acomode bem o seu busto.

Em relação às calcinhas, as laterais da sua cintura não devem ficar apertadas ou saltando para fora da peça, já que se corre o risco de ficar com marcas no corpo ou má circulação sanguínea. No entanto, a peça não pode ficar frouxas demais, pois as pontas podem acabar se enrolando, marcando a roupa ou causando incômodo.

3. Procure por modelos que valorizem as suas curvas

A modelagem das lingeries tem o poder de valorizar as suas curvas, deixando você mais sexy e confortável. Por isso, quando for comprar lingerie, escolha aquelas que valorizem o seu corpo, independentemente do seu biótipo. #NossoEstoqueEstáRecheado

Afinal, já está na hora de deixar de lado a ideia de que as mulheres magras ou gordinhas não devem enaltecer o que acham que têm de mais bonito no corpo ou não podem se sentir sensuais!

Para ter modelagem nas suas curvas quando usar um vestido ou saia, por exemplo, aposte em bermudas modeladoras, que evitam o atrito entre as coxas. Quando a blusa for transparente, que tal usar um top ou sutiã rendado? As cintas bodys também valorizam muito o seu look e as belezas do seu corpo. Outra dica legal é que aqui no blog eu compartilhei uma matéira com dicas para sutiãs quando for usar blusas transparentes, leia: O sutiã ideal para blusas transparentes.

4. Considere o próprio estilo

Para aprender a comprar lingerie, também é fundamental considerar o seu estilo. Ou seja, sempre dê preferência às cores e estampas que você mais gosta. Se você curte peças mais neutras, como as brancas, pretas e nudes, vá em busca de peças com esse estilo.

Se você gosta de ousar, há vários modelos para isso, como as rendas, cores intensas e as tradicionais oncinhas. A regra, além de utilizar algo que esteja adequado ao seu tamanho, é se sentir bonita e segura. Em nosso instagram, compartilhamos diversas cores e modelos de lingerie, segue a gente e confira!

5. Avalie o tecido

A qualidade do material é um fator indiscutível, principalmente quando estamos falando de peças íntimas. Esse aspecto faz toda a diferença na durabilidade, caimento e segurança na hora de usar a lingerie. A nossa dica é avaliar todo o tecido, costuras e texturas antes de levar o sutiã, calcinha ou qualquer tipo de roupa.

Se a peça for muito mole, não firmará a sua silhueta como deve. Portanto, o tecido deve ser firme! Lembre-se de que modelos com costuras grossas e em excesso podem marcar o corpo e a roupa.

Também fique de olho se a lingerie apresenta tendência a desfiar com facilidade. Se quiser evitar esse problema, procure calcinhas sem costura, por exemplo. Elas são um grande sucesso, pois também não marcam a roupa.

Ademais, materiais como a poliamida apresentam baixa resistência e durabilidade, diferente da microfibra e do poliéster normal (embora não seja um tecido muito confortável para usar de modo prolongado).

O produtos da Bella Mulher Moda Íntima têm uma ampla aceitação no mercado, proporcionando estilo, conforto e muita qualidade. Todas as nossas peças possuem garantia!

6. Perceba e considere o seu tipo de corpo

Alguns modelos ficam ótimos na sua amiga, mas não têm o mesmo caimento no seu corpo? É bem provável que isso aconteça por vocês terem diferentes tipos de corpos, e não estamos falando de peso.

Quando compramos a lingerie adequada para o nosso biótipo, elas caem como uma luva, além de proporcionarem segurança e conforto. Dito isso, para facilitar a sua escolha, conheça os tipos de corpos mais comuns e procure identificar o seu de frente para o espelho. Veja:

  • oval: seios grandes e bem arredondadinho;
  • pera: ombros mais estreitos do que a região do quadril;
  • ampulheta: ombros e quadris na mesma largura. Cintura mais fina e marcada;
  • triângulo invertido: formato oposto à perna, sendo os ombros mais largos do que a linha do quadril;
  • silhueta triângulo: curvas menos acentuadas. Tem os ombros, quadril e cintura aproximadamente na mesma largura.

Trechos desta matéria foram compartilhados e editados do blog Cick Sophia.

Alie o conhecimento do seu tipo de corpo à escolha de peças de alta qualidade, conforto e beleza. E quando for comprar lingerie já sabe né? #VemPraBellaMulher

Portanto, para entender como comprar lingerie, é importante levar em consideração particularidades que vão além do modelo, como tamanho, tipo de tecido e o seu tipo de corpo. Agora, conheça as características do seu biótipo e arrase no visual!

O que acharam dessas 06 dicas que compartilhei com vocês? Comente abaixo e compartilhe com as amigas em suas redes sociais!

Te espero na próxima 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima